terça-feira, 12 de abril de 2016



Nova Ordem Mundial - Conscendo Sodalitas

www.conscendo.org/textos/sodalitas/texto200.asp

Ouçam o banqueiro, Paul Warburg: "Nós teremos um governo mundial, quer vocês queiram ou não.A única questão é se tal governo se estabelecerá pela força ou pelo consenso." 
---------------------------------------------------------------------------------------------------------

Criacionismo: Vaticano e ONU querem governo mundial


www.criacionismo.com.br/.../vaticano-e-onu-querem-governo-mundial....
20/04/2015 - Vaticano e ONU querem governo mundial ... Vaticano antecipa a encíclica do papa Francisco sobre o aquecimento global e o meio ambiente

5 comentários:

  1. Entretanto a maioria continua distraída(em boa parte pelos próprios discursos dos políticos,da esquerda à direita,que na verdade trabalham para a implementação desse plano global sabotando o Estado nação em vez de o defender).A insanidade tomou conta deste "asilo" chamado planeta Terra.

    ResponderEliminar
  2. E enquanto isso acontece os Estados(cada vez menos soberanos)continuam a ser subvertidos/sabotados por dentro por grupos vários que "lutam" para os seus interesses particulares/grupos,tudo claro em nome "das igualdades" e das "amplas liberdades".

    ResponderEliminar
  3. Atualmente está mais do que evidente que existe desemprego e miséria em massa também entre os jovens na região da UE. O capital internacional organizado não se importa com a política social dos próprios cidadãos, nem com o bem estar dos emigrantes da Europa Oriental, Ásia e África, cujas necessidades sociais são instrumentalizadas como causa humanitária. [1]

    Emigração em massa e descaracterização cultural das repúblicas e demais regiões europeias servem ao Imperialismo em diversos níveis. No curto prazo, este fenômeno fornece mão de obra barata e farta aos capitalistas locais. No meio prazo força-se a desintegração social e posteriormente nacional, das conquistas históricas das Repúblicas democráticas e burguesas. A “New World Order” (NWO) não respeita nem as fronteiras territoriais segundo o Direito Internacional, nem a autodeterminação nacional.-----do post http://inacreditavel.com.br/wp/no-border-no-nation/ que traduz um artigo do jornal marxista alemão(curioso não é?). O jornal “Die Rote Fahne” (A Bandeira Vermelha) foi fundado em 1918 pelos comunistas Karl Liebknecht e Rosa Luxemburgo. Inicialmente, como meio de divulgação do socialismo marxista da Liga Espartaquista, o jornal tornou-se a partir de 1919 o canal de informação oficial do Partido Comunista Alemão (KPD). Hoje ele está atuante sob a liderança de Stephan Steins e denuncia “como vagabundos africanos são usados para consolidação da Nova Ordem Mundial.”

    ResponderEliminar
  4. check http://liceu-aristotelico.blogspot.pt/2016/03/as-ingerencias-do-clube-bilderberg-em.html

    ResponderEliminar
  5. also http://www.jeremiahproject.com/newworldorder/

    ResponderEliminar